Blog

Ferramentas que avaliam pessoas invadem o mundo empresarial

  • em 27 de janeiro de 2015 ·
  • por ·
Ferramentas que avaliam pessoas invadem o mundo empresarial

Cada vez mais as companhias que buscam bons resultados com os funcionários estão apostando em ferramentas de gestão de pessoas. Avaliações de potencial, Coaching, Gestão por Competências, Avaliações de Desempenho e 360º, Feedback Corporativo, Pesquisas de Clima Organizacional, Capacitação de Lideranças, técnicas de Recrutamento e Seleção e Follow-Up constante da performance têm sido algumas das opções utilizadas pelas empresas para avaliar seus funcionários. A verdade é que elas invadiram de vez o mundo empresarial e estão mudando a mentalidade dos empresários e profissionais dentro das organizações.

Nunca tantas pessoas procuraram seu próprio aperfeiçoamento profissional, estudaram e inovaram por conta própria, sem esperar pelo apoio financeiro da empresa onde trabalham. Os diversos tipos de avaliações de performance e monitoramento constante do desempenho estão abrindo novas oportunidades para especialistas das mais diversas áreas.

Atualmente, as pessoas buscam algo maior, procurando crescer profissionalmente e como pessoa. Com isso, agora, é comum observar em áreas essencialmente técnicas como informática e engenharia, profissionais que buscam atualização técnica e comportamental, novas posturas e autoconhecimento para corresponderem às expectativas do mercado, assim como, aperfeiçoarem seu desempenho.

Novo conceito no mundo dos negócios

É um novo conceito no mundo dos negócios, e uma visão estratégica onde o feedback e as avaliações não são mais percebidos como críticas ou encaradas como ofensa pessoal, mas sim como oportunidades de evolução para o bom desempenho da função.

Os processos em gestão de pessoas passam de ser uma opção para ser uma necessidade essencial em um ambiente competitivo. Implantar ferramentas de Gestão de Pessoas nas organizações se tornou obrigação em companhias que buscam bons resultados através das pessoas. Esse processo exige uma mudança cultural de nosso povo, que aprendeu a centenas de anos que o erro leva à punição, e por isso desenvolveu um pensamento de que “ninguém pode saber que errei”. Passamos para um momento onde a humildade, aceitação e o reconhecimento das limitações funcionam como fonte de aprendizado e desenvolvimento profissional constante.

Empresas que não possuem ferramentas de gestão de pessoas, não utilizam o feedback e não avaliam o desenvolvimento dos colaboradores são menos produtivas, pois perdem o foco com muita facilidade.

O Brasil e o mundo são os maiores beneficiados nesse processo de mudança cultural e utilização das ferramentas de gestão de pessoas, pois teremos um povo com maior autoconhecimento, maturidade para transformar e inovar, mais satisfeito, e assim, poderemos garantir um futuro melhor para as próximas gerações.

Via: Revista Pense Empregos

Comentários

comentários