Blog

Conheça os 3 Pilares da Liderança

Conheça os 3 Pilares da Liderança

Liderar é fazer acontecer. O ex-presidente dos EUA Ronald Reagan tem uma frase interessante sobre isso: “O melhor líder não é necessariamente aquele que faz as melhores coisas. Ele é aquele que faz com que pessoas realizem as melhores coisas”. Esse pensamento resume bem a arte de tomar a frente, mas e quais são os segredos da Liderança? O que um líder tem de diferente?

Existem várias habilidades que formam um líder. Pela metodologia que adotamos na Advis, essas características podem ser agrupadas em três Pilares de Liderança. Esses pilares englobam o comportamento que testemunhamos ser fundamental nos líderes vencedores em nossos clientes.

Conheça os três pilares da liderança:

  • Visão estratégica — Estar sempre olhando à frente, algo que resulta numa grande capacidade de previsibilidade é o que entendemos como “visão estratégica”. Pode ser traduzida como uma visão muito clara de planejamento. Pessoas com essas habilidades têm grande facilidade em pensar nos prós e contras (uma análise SWOT), fazer leitura adequada do momento e em refletir sobre tempo necessário para executar o trabalho, considerando recursos disponíveis. Essa visão é característica de profissionais que conseguem enxergar o todo numa empresa (o chamado “macro”), o impacto das ações de seus comandados e a interdependência entre as diversas áreas que compõem uma estrutura de sucesso.
  • Foco em resultado — Resultado pode parecer algo muito subjetivo ou então, para alguns executivos, significa apenas “aumentar o faturamento” de uma empresa. Esse certamente não é o líder que queremos. A liderança que tem como um de seus pilares o “foco em resultado” entende que a questão vai muito além do faturamento. Resultado envolve basicamente rentabilidade e lucratividade. Uma fabricante de caixas que gastava 1 real para produzir cada unidade e passa a gastar apenas 50 centavos devido ao trabalho de um líder, certamente está focada em resultado, somente reduzindo seus custos, sem aumentar a produção, valor de revenda ou vendas. Fazer mais com menos, com eficiência e eficácia é uma forma de alcançar bons resultados e tornar uma empresa lucrativa, entre outros exemplos.
  • Gestor de Pessoas — A capacidade de se comunicar e construir relacionamentos saudáveis, gerando confiança no time é a base para a gestão de pessoas. Ser um bom gestor implica em fazer as pessoas serem mais produtivas, mas entendendo que cada um é responsável pela sua própria motivação. Ninguém motiva ninguém. Por isso, é importante conhecer as pessoas a fundo, em suas inspirações e aspirações, o que as move, qual é o incentivo para que elas acordem todos os dias para ir trabalhar. Isso permite identificar talentos com objetivos pessoais e profissionais alinhados com a estratégia da organização.

Dificuldades em liderar

Por mais que as informações acima pareçam óbvias, não é o que encontramos no mercado. Na maioria das empresas com perfil familiar é comum a figura centralizadora do dono ou fundador, o que acaba estimulando gestores executores de tarefas que não conseguem desenvolver suas competências baseadas nos pilares da liderança.

Na maioria dos casos, gestores são promovidos para exercerem a nobre função de líder pela relação de confiança construída com o dono da empresa, tempo de empresa ou até pelos conhecimentos técnicos, mas não pelas competências comportamentais fundamentais descritas nos pilares da liderança.

Reverter situações como essa precisam de estímulos efetivos para uma nova cultura frente ao real papel da liderança, sendo prioridade nos objetivos estratégicos do negócio.

Esperamos que esse texto seja útil para provocar reflexão sobre o papel e os rumos da liderança na sua empresa.

Ficamos à disposição para dúvidas e esclarecimentos, basta deixar seu comentário.

Comentários

comentários